quinta-feira, 15 de outubro de 2015

GRATIDÃO – PRATIQUE MAIS ESSE SENTIMENTO!

Recentemente, em um dos workshops que ministrei, entre os vários trabalhos que realizo tendo como objetivo o desenvolvimento do potencial humano, e que teve como tema “A Inteligência Emocional na Carreira Profissional”, nas várias atividades realizadas durante o Workshop, uma delas, que teve como objetivo refletir sobre sentimentos que atrapalham o nosso desenvolvimento e o nosso bem-estar, e a partir dessa reflexão, buscar sentimentos positivos que possam neutralizar os efeitos desses sentimentos negativos, uma palavra, entre tantas colocadas pelos participantes, me despertou o desejo de realizar uma reflexão mais profunda e contextualizada.
A palavra que me chamou tanto a atenção foi a INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA, tão presente no mundo de hoje e na realidade atual.
No Workshop, depois de refletirmos sobre vários sentimentos que podem ser buscados para neutralizar o sentimento de insatisfação, chegamos ao consenso que a palavra GRATIDÃO seria a mais apropriada, pois nos leva a mudar o olhar sobre a situação em questão.
Talvez nunca tenhamos tido, na história da humanidade, tantas opções que favoreçam a realização dos desejos, como temos tido na época atual, isso numa visão global. E talvez também, nunca tenhamos tido, em toda história da humanidade, uma sociedade tão insatisfeita com tudo.
Parece que as conquistas perderam um pouco do seu valor. Não estou com isso querendo dizer que devemos nos contentar com a realização de alguns sonhos e não desejarmos sempre mais. Pelo contrário, viver é realizar sonhos, projetos, idealizações.
Estou falando de sentimentos. Uma coisa é a satisfação em realizar um sonho desejado e de imediato, buscar novas metas, novos sonhos, alimentados pelas boas energias presentes no sentimento de GRATIDÃO. Outra coisa é a eterna INSATISFAÇÃO, mesmo diante das pequenas conquistas. Esquecendo que as grandes conquistas são construídas pela soma das pequenas conquistas.
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA por não conseguirmos manter sempre em nossa garagem um carro último modelo, mas esquecemos de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por termos um carro, mesmo que usado, que nos transporta para todos os lugares;
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA por não termos o emprego dos sonhos, mas esquecemos de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por termos a oportunidade de ser útil e de poder fazer parte de algo;
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA por não termos em nossa casa os móveis, uma cozinha nova ou algum eletrodoméstico de última moda, mas esquecemos de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por termos um teto e por termos o suficiente para uma vida confortável;
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA por não ganharmos o suficiente para manter um padrão de vida que nos permita viagens constantes ou frequentar restaurantes caros, mas esquecemos de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por ganharmos o suficiente para mantermos uma vida digna;
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA por não termos um padrão físico semelhante aos expostos em capas de revistas, mas esquecemos do sentimento de GRATIDÃO por termos um corpo saudável;
Alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA quando não conseguimos realizar nossos sonhos e vemos tantos outros que realizaram os seus projetos, mas esquecemos de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por termos também as mesmas capacidades e potencialidades, e que, se não realizamos os nossos projetos, talvez não tenhamos nos esforçado o suficiente, mas sempre podemos mudar as nossas atitudes.
A lista seria interminável, se fôssemos realmente refletir sobre todas as situações onde alimentamos o sentimento de INSATISFAÇÃO/INSUFICIÊNCIA, nos esquecendo de alimentar o sentimento de GRATIDÃO por está vivo.
Para quem não aprende a ser GRATO, nada nunca vai ser SUFICIENTE.

Talvez, um dos conceitos mais simples do que é a felicidade, seja a SATISFAÇÃO por ser quem é e por ter o que tem. E isso tem tudo a ver com a palavra GRATIDÃO.

VOCÊ QUER SER MAIS FELIZ? AGRADEÇA!


Estudos científicos comprovam que agradecer nos ajuda a ter mais emoções positivas, a reconhecer experiências prazerosas, a melhorar nossa saúde, a lidar com adversidades e a construir relacionamentos mais significativos.

Agradecer nos mostra que tudo que temos e tudo que somos é suficiente. Agradecer nos faz deixar nossas expectativas e frustações de lado, e focar em nossas conquistas e em tudo de bom que temos em nossas vidas.

GRATIDÃO - pratique mais esse sentimento.
Um abraço e até a próxima publicação.
Gilson Tavares
Psicanalista Clínico
Psicanalista Organizacional
Especialista em Gestão de Pessoas


Nenhum comentário:

Postar um comentário