sábado, 5 de novembro de 2016

A IMPORTÂNCIA DO CAPITAL HUMANO E SEUS REFLEXOS NO MUNDO DO TRABALHO

 
Segundo Vygotsky, educador russo, todo ser humano se constitui um “ser” pelas relações que estabelece com os outros seres humanos. Para ele, o sujeito é interativo, porque constrói conhecimentos e se constitui a partir de relações intra e interpessoais. Daí a importância de se trabalhar a qualidade dessas interações.

O trabalho também é de suma importância na construção do indivíduo, não apenas pela questão financeira, com o papel do trabalho como o caminho para as conquistas materiais, mas também como a construção da identidade do indivíduo.

Para que haja um crescimento pessoal e profissional, refletindo também na participação individual no trabalho em equipe, é necessário antes de tudo, que haja um autoconhecimento e o trabalho com os conflitos internos.

A competência emocional de um indivíduo reflete diretamente na qualidade de suas relações interpessoais e no desempenho de suas funções laborais.

O desenvolvimento pessoal objetiva explorar o potencial de aprendizagem e a capacidade produtiva das pessoas, visando mudanças de comportamentos e atitudes, como também a aquisição de habilidades e conhecimentos, refletindo na melhoria da qualidade de vida e na melhoria dos resultados, desempenhos profissionais e comportamentais.

Mas, o desenvolvimento de habilidades e competências técnicas, administrativas ou gerenciais, sem o desenvolvimento de habilidades comportamentais, emocionais e relacionais, podem comprometer todos os esforços investidos, sabotando as chances de sucesso na carreira escolhida.

Por essa razão, qualquer projeto que vise o desenvolvimento e a realização profissional de uma pessoa, aumenta muito as chances de atingir os seus objetivos, quando investido também no desenvolvimento de habilidades comportamentais e emocionais.
Um abraço e até a próxima publicação.
Gilson Tavares
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário